• VV

5 dicas de como ser um voluntário consciente

Atualizado: 13 de abr.

Em meio a tantas crises humanitárias, sociais e ambientais que vivemos, cresce a demanda e vontade de engajamento da sociedade civil. Despertadas por um sentimento de solidariedade, empatia e compaixão, as pessoas querem se engajar e ajudar. O trabalho humanitário em campo, passou a ser um desejo de muitas pessoas. Mas, em um país onde somente 4,3% (IBGE) declara que faz trabalho voluntário, muitas vezes essas pessoas, cheias de boa vontade, infelizmente, não sabem nem por onde começar.


A VV separou 5 dicas simples de como ser voluntário de forma consciente e com respeito:

- Escolha aquela causa que, com suas habilidades pessoais e profissionais, você vai conseguir melhor se entregar e doar seu tempo. Aqui é importante olhar para dentro de si, entender suas capacidades, aptidões e como você poderá acrescentar de verdade.



- Seja claro quanto ao tempo disponível que você tem para ser voluntário. É importante entender quantas horas por semana você poderá se dedicar ao trabalho humanitário e, portanto, deixar isso claro para o projeto escolhido. Quanto tempo você tem e, claro, cumprir com esse prazo. Seja responsável!


- Após entender a causa que será mais útil e o tempo que você tem para ajudar, pesquise, peça dicas a especialistas, indicação de amigos de ONGs que precisam de voluntários. Importante entender a demanda, como atuam e só então entrar em contato se colocando à disposição.

- Após fazer esse contato e se comprometer com o voluntariado, entenda os princípios básicos de uma ajuda/trabalho humanitário e social. Você deverá colocá-los em prática quando estiver em campo. Ou seja, você tem que atuar com Humanidade, Imparcialidade, Independência e Neutralidade. A VV tem um curso gratuito que fala só sobre isso, conheça todos os nossos Cursos VV.

- E, por fim, quando estiver atuando nunca prometa nada que não poderá cumprir. Na emoção, às vezes a gente quer fazer mais. Só prometa o que puder e estiver preparado para realizar. E atue com respeito! Respeito às regras da instituição, à cultura e hábitos locais e a cada pessoa com quem você estará em campo, seja da organização, seja do beneficiário.



Essas dicas são um primeiro passo para um bom trabalho humanitário. Se quiser ser um voluntário eficiente de verdade, vá além. A VV está aqui para te ajudar.



Para saber mais sobre a VV e nossas formações, acesse aqui.





172 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo