top of page

Curiosidades da CEO da Plataforma de Ajuda Humanitária VV

Nesta Entrevista VV trazemos nossa CEO, Mariana Serra! São as mesmas quatro perguntinhas de sempre, mas dessa vez temos o olhar da Mari falando sobre seu despertar para o mundo humanitário, África, família e mudar a vida das pessoas.

1 - Como você faz a diferença?

Mari: Acredito nas pequenas atitudes, no olhar, no sorriso, no abraço, na forma como falamos e nos relacionamos. Faço minha parte trabalhando a minha humanidade no dia a dia. Um abraço para quem precisa, um sorriso que acolhe, mais que uma doação financeira, doar nosso tempo, afeto e carinho para alguém, pode mudar o dia daquela pessoa.


2 - De onde vem sua empatia?

Mari: Certamente da minha educação familiar. Meus pais são as minhas grandes inspirações, me ensinaram a olhar para o próximo, a saber sentir o outro e como poder ajudar e cuidar do outro.

3 - Que causa te toca mais atualmente?

Mari: Estou muito envolvida na crise de refugiados da Ucrânia. Temos um cenário que é o maior fluxo migratório desde a 2a Guerra Mundial, composto por 90% de mulheres e crianças. Não tem como, enquanto mulher e profissional da área, não me envolver. Além de coordenar as ações da VV no país e em sua fronteira, o que me fez estar ainda mais próxima de milhões de pessoas afetadas diretamente por essa guerra.

4 - Uma experiência que mudou sua vida?

Mari: Ser voluntária no Quênia. Parte da história da VV começou lá, trabalhando na maior favela da África, em Kibera. Lá fiz amigos que considero minha família, lá conheci e aprendi com líderes comunitários que são meus mestres e grandes professores. Certamente existe uma Mariana antes e depois do Quênia. Fui em novembro de 2013 e em abril de 2014 nascia a VV.



 

Faça a diferença no trabalho humanitário junto com a VV:





61 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page