A Costa Rica e a redução do desmatamento

Novo acordo feito pelo país arrecadou US$ 135 milhões por reduzir o desmatamento


Como uma pauta que não podemos deixar de abordar por aqui, o desmatamento tem sido cada vez mais relevante em discussões e acordos internacionais, buscando preservar nosso planeta e tentar reverter danos já causados. Por isso, hoje trouxemos algumas informações sobre como a Costa Rica tem se movimentado ao longo dos anos para preservar e proteger o meio ambiente.

Sendo o único país da América Latina que conseguiu reverter o desmatamento, a Costa Rica aumentou em quase 20% suas áreas cobertas por florestas de 1986 para 2022 através de regulamentações ambientais mais rigorosas, inovações em suas políticas de conservação e alterações no mercado agrícola.

Conforme debatido no site Diálogo Chino, A Costa Rica assinou um novo acordo durante a conferência sobre mudanças climáticas COP26 em novembro de 2021, estipulando um investimento de US$ 20 milhões em proteção ambiental. As doações devem ser usadas para proteger as florestas e combater o desmatamento e vem da Coalizão Leaf, uma parceria entre os governos dos EUA, Reino Unido e Noruega com algumas das maiores empresas do mundo, como Amazon, Nestlé e Walmart, por exemplo.

Para o país, que nos últimos dois anos fez acordos de mais de US$135 milhões em financiamentos pela conservação ambiental, a medida é mais um caso que promete sucesso no combate ao desmatamento.

Para acompanhar de pertinho todas as notícias que reunimos aqui na VV semanalmente sobre meio ambiente, pautas sociais e ambientais, é só clicar aqui e se inscrever na nossa Newsletter.





16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo